Pagamentos na Austrália: um guia detalhado

Payments
Payments

Accept payments online, in person, and around the world with a payments solution built for any business—from scaling startups to global enterprises.

Learn more 
  1. Introdução
  2. O estado do mercado
  3. Formas de pagamento
    1. Uso atual
    2. Novas tendências
  4. Facilidade e atrito de entrada
    1. Impostos
    2. Estornos e contestações
    3. Pagamentos internacionais
    4. Segurança e privacidade
  5. Principais fatores de sucesso
  6. Principais conclusões
    1. Habilite pagamentos por aproximação
    2. Reforce as medidas de segurança
    3. Aprimore a experiência de checkout dos clientes

Como o 11º maior mercado de e-commerce no mundo, a Austrália representa oportunidades promissoras de expansão. Mas entrar nesse mercado significa lidar com leis e regulamentos locais, as preferências dos clientes australianos por pagamentos por aproximação e vários outros aspectos do recebimento de pagamentos na Austrália.

Abaixo está uma visão geral do cenário de pagamentos da Austrália para ajudar as empresas a adotar uma abordagem estratégica e fundamentada para os pagamentos na Austrália, incluindo:

  • Habilitação de pagamentos por aproximação
  • Reforço das medidas de segurança
  • Aprimoramento da experiência de checkout dos clientes

O estado do mercado

O setor de pagamentos australiano é uma combinação equilibrada de solidez bancária tradicional e tecnologias financeiras inovadoras. A maioria dos pagamentos presenciais com cartão na Austrália é por aproximação. As carteiras digitais e os pagamentos em tempo real estão rapidamente se tornando duas das formas de pagamento mais comuns.

A principal moeda da Austrália é o dólar australiano, muitas vezes abreviado para AUD ou apresentado com um símbolo A$ para diferenciá-lo de outras moedas em dólar. O Reserve Bank of Australia (RBA) atua como banco central do país e desempenha um papel fundamental na política monetária, no sistema de pagamentos e na estabilidade financeira geral. Órgãos reguladores, incluindo a Comissão Australiana de Valores Mobiliários e Investimentos (ASIC) e a Autoridade Australiana de Regulamentos Prudenciais (APRA), supervisionam a conformidade e a estabilidade nos mercados financeiros.

Formas de pagamento

Os cartões de crédito e débito são amplamente aceitos no país, mas as formas de pagamento eletrônico mais recentes estão se tornando cada vez mais prevalentes. Veja as formas de pagamento mais populares:

Uso atual

Os avanços tecnológicos afetaram os pagamentos na Austrália. O crescimento dos pagamentos digitais facilitou o abandono do papel-moeda pelos clientes. De acordo com a pesquisa sobre pagamento de consumidores do RBA, apenas 13% dos pagamentos foram feitos com dinheiro em espécie em 2022, um decréscimo em relação aos 69% em 2007. Os pagamentos com cartão representaram 76% de todas as transações em 2022.

Os pagamentos por aproximação também se consolidaram, respondendo por mais de 95% dos pagamentos presenciais com cartão na Austrália em 2022. Os pagamentos com dispositivos móveis foram responsáveis por mais de 30% dos pagamentos presenciais com cartão. Essa tendência de adoção é acelerada entre os clientes mais jovens, mais habituados à tecnologia e receptivos para soluções financeiras digitais. Com o advento das carteiras digitais, como Apple Pay e Google Pay, e wearables, como smartwatches, novas formas de pagamentos por aproximação estão se tornando comuns.

Soluções de pagamento em tempo real, como PayTo e Osko, também estão se popularizando, em grande parte devido à sua velocidade e menor custo. O PayTo é um serviço oferecido por bancos, instituições financeiras e provedores de serviços de pagamento que permite que as empresas iniciem pagamentos em tempo real a partir das contas bancárias dos clientes. O serviço foi desenvolvido pela New Payments Platform (NPP), que tinha mais de 88 milhões de contas em 2022 e está migrando o cenário de pagamentos na Austrália para pagamentos em tempo real e transferências bancárias.

Formas de pagamento B2C populares na Austrália

Formas de pagamento B2B populares na Austrália

  • Cartões de crédito
  • Wire transfers
  • Transferências de fundos eletrônicas (por exemplo, BPAY)

Novas tendências

A adoção de criptomoedas na Austrália experimenta um crescimento notável. De acordo com dados da Statista, um em cada quatro australianos tinha criptomoedas em 2022. Sydney e Melbourne emergiram como centros para atividades relacionadas a criptomoedas, incluindo o estabelecimento de bolsas de criptomoedas e startups focadas em blockchain. Empresas como CanYa e Powerledger demonstram o crescente envolvimento da Austrália no setor.

Uma variedade de fatores alimentou o interesse do consumidor em criptomoedas na Austrália, incluindo uma insatisfação com instituições financeiras tradicionais que levou à exploração de sistemas financeiros alternativos. Uma pesquisa de comparação de transferências de dinheiro de 2023 constatou que 59% dos australianos acreditam que as tarifas de contas bancárias são muito altas. Outro motivo da adoção de criptomoedas é o potencial de retorno do investimento, especialmente entre os adultos mais jovens que consideram as criptomoedas como uma forma de diversificar suas carteiras. No entanto, as criptomoedas ainda não são reconhecidas como dinheiro ou moeda estrangeira na Austrália.

Facilidade e atrito de entrada

Empresas que planejam atuar na Austrália precisam de uma visão estratégica que englobe todos os aspectos operacionais, desde o recolhimento do imposto sobre bens e serviços (GST) até a garantia dos mais altos níveis de segurança de pagamentos. Estes são alguns fatores a serem considerados:

Impostos

Uma alíquota de GST de 10% é aplicada à maioria dos bens e serviços na Austrália. A empresa que recebe o pagamento é responsável pelo recolhimento e repasse desse imposto ao Australian Taxation Office. A negligência na gestão do GST pode resultar em multas.

Estornos e contestações

De forma semelhante aos regulamentos europeus, as regras australianas incluem fortes proteções ao consumidor. Por exemplo, a Comissão Australiana de Valores Mobiliários e Investimentos (ASIC) aplica regulamentos que exigem que as instituições financeiras investiguem transações contestadas. Leis como o Código de Pagamentos Eletrônicos também fornecem às empresas e aos clientes uma base para resolver esses problemas.

Normalmente, os clientes têm entre 45 e 120 dias para fazer uma reclamação, dependendo do esquema do cartão. As empresas precisam fornecer comprovantes detalhados para responder a uma alegação de estorno, que podem incluir recibos de vendas, confirmações de entrega e qualquer correspondência com o cliente.

Pagamentos internacionais

O crescente volume de transações internacionais, estimuladas pela proliferação das compras de e-commerce significa que as empresas e provedores de pagamento precisam lidar com a conversão de moedas e as taxas de câmbio flutuantes, adicionando outra camada de complexidade.

  • Conversão de moedas
    Para transações internacionais que envolvem moedas diferentes do dólar australiano, as empresas precisam lidar com a conversão de moedas e conhecer a flutuação das taxas de câmbio e tarifas associadas. Várias plataformas de terceiros, incluindo Stripe, facilitam a conversão de moedas na Austrália.

  • Regulamentos de transparência
    A Comissão Australiana de Valores Mobiliários e Investimentos (ASIC) é o principal órgão que supervisiona a conversão de moedas. As instituições financeiras precisam cumprir os requisitos de transparência e divulgação da ASIC, que incluem clareza sobre todas as tarifas associadas e a margem da taxa de câmbio sobre a taxa de câmbio usada pelos bancos.

  • Plataformas de mercados emergentes
    Aceitar formas de pagamento populares de países da Oceania e Ásia, como o WeChat Pay, pode ajudar a melhorar as taxas de conversão de clientes internacionais.

Segurança e privacidade

O ambiente regulatório na Austrália combina leis rigorosas de proteção de dados com requisitos de integridade financeira, equilibrando a proteção do consumidor e as necessidades do setor financeiro. Veja a seguir alguns requisitos regulatórios e setoriais que devem ser considerados:

  • Leis de proteção de dados
    A Lei de Privacidade de 1988 abrange setores como saúde, telecomunicações e finanças. Essa lei exige o consentimento explícito do consumidor para a coleta de dados e tem disposições para notificações de violação de dados. A legislação de Direito de Dados do Consumidor (CDR) permite que os clientes compartilhem seus dados com empresas credenciadas em setores específicos.

  • Regulamentos de Combate à Lavagem de Dinheiro
    A conformidade com a Lei de Combate à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo (AML/CTF) de 2006 é obrigatória para instituições financeiras e serviços designados. A lei exige que as entidades estabeleçam e mantenham um programa de AML/CTF para identificar, mitigar e gerenciar os riscos de lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo. O Centro Australiano de Relatórios e Análises de Transações (AUSTRAC), uma agência de inteligência financeira do governo australiano, supervisiona a conformidade e pode aplicar multas por não conformidade.

  • Padrões de segurança para cartões de pagamento
    A conformidade com o Padrão de Segurança de Dados do Setor de Cartões de Pagamento (PCI DSS) é obrigatória para empresas que armazenam, processam ou transmitem dados de cartão de crédito. Esse padrão descreve protocolos e políticas de segurança para proteção dos dados de titulares de cartão. Empresas consideradas como não em conformidade podem enfrentar multas pesadas ou ser impedidas de processar pagamentos com cartão de crédito.

  • Regulamentações do Open Banking
    O Open Banking na Austrália permite que os clientes compartilhem seus dados financeiros de forma segura entre provedores de serviços credenciados. A legislação do Direito de Dados do Consumidor (CDR) visa promover a inovação e a concorrência entre serviços financeiros, mantendo os padrões de proteção de dados.

  • Leis de carteira digital e criptomoedas
    A ASIC regulamenta carteiras digitais e plataformas de criptomoedas. Embora as criptomoedas não sejam reconhecidas como moeda corrente na Austrália, elas estão sujeitas às leis de AML/CTF. Os provedores de carteira digital também precisam aderir aos regulamentos de proteção de dados e conformidade.

Principais fatores de sucesso

O ecossistema de pagamentos da Austrália é avançado, mas vários desafios persistem. Esses desafios vão desde a adoção tecnológica e segurança cibernética até demandas regulatórias e sistemas de pagamentos hiperlocais. Combinadas, essas questões criam um ambiente complexo que exige vigilância e adaptação contínuas. Veja como as empresas podem abordar essas complexidades no mercado australiano:

  • Opções de pagamento diversificadas
    Pagamentos por aproximação e carteiras digitais estão se tornando padrão na Austrália ao mesmo tempo que diminui o uso de dinheiro em espécie. A oferta de uma combinação de opções de pagamento digital, incluindo cartões de débito e crédito e carteiras digitais por aproximação, é importante para ter sucesso no mercado australiano.

  • Segurança cibernética e mitigação de fraudes
    A Austrália enfrenta um desafio crescente nos riscos de fraudes de pagamento e segurança cibernética. Segundo a Rede de Pagamentos da Austrália, as fraudes com cartões online aumentaram 3,8% em 2020, atingindo cerca de 419 milhões AUD, o que exigiu investimentos em medidas avançadas de segurança para proteção contra transações fraudulentas.

  • Verificação de identidade do cliente
    A verificação de identidade digital surgiu como um componente importante da segurança de transações online, protegendo usuários e empresas contra transações fraudulentas. Os provedores precisam encontrar o equilíbrio certo entre a necessidade de verificações rigorosas e experiências fáceis para os usuários.

  • Integração de pagamentos em tempo real
    A infraestrutura de pagamentos da Austrália incorpora formas de pagamento em tempo real, como o PayTo, processado pela New Payments Platform (NPP). A aceitação desses sistemas permite que as empresas adaptem melhor suas opções de pagamento às preferências locais. De acordo com o RBA, a NPP processou cerca de 1,3 bilhão de pagamentos no valor de 1,5 trilhão AUD de 2022 a 2023.

Principais conclusões

Para acompanhar a evolução das expectativas dos clientes e os avanços tecnológicos, as empresas que operam na Austrália podem melhorar as experiências de pagamento dos clientes com uma estratégia multifacetada. É imprescindível acomodar diversas preferências de pagamento, fortalecer os protocolos de segurança e tornar a experiência de checkout do cliente o mais integrada possível. Veja a seguir uma recapitulação, juntamente com dicas para ajudar sua estratégia australiana a ter sucesso:

Habilite pagamentos por aproximação

  • Aceite pagamentos com dispositivos móveis e carteiras digitais
    Adote pagamentos por aproximação com cartão, dispositivos móveis e carteiras digitais, como Apple Pay e Google Pay, para oferecer transações rápidas e sem complicações.

  • Implemente transações em tempo real
    Use formas de pagamento nacionais, como PayTo, para oferecer opções de pagamento em tempo real conhecidas pelos clientes australianos.

  • Use benefícios de segurança adicionais
    A tokenização, um processo que substitui dados confidenciais por um código de uso único, oferece prevenção adicional contra fraudes em pagamentos e carteiras digitais por aproximação. Aproveite essa medida de segurança integrada aceitando pagamentos por aproximação.

Reforce as medidas de segurança

  • Mantenha medidas sólidas de detecção e prevenção de fraudes
    Implemente mecanismos robustos de prevenção de fraudes nas transações online, incluindo a autenticação do 3D Secure, para aumentar a confiança do cliente e mitigar perdas financeiras causadas por transações fraudulentas.

  • Proteja os dados dos clientes em todos os momentos
    Cumpra os regulamentos australianos de privacidade de dados, como o Direito de Dados dos Consumidores (CDR) e a Lei de Privacidade de 1988, além de padrões internacionais como o PCI DSS.

  • Adapte-se a novas soluções de identidade digital
    Verifique a identidade dos clientes com autenticação de dois fatores e biometria passiva para oferecer pagamentos online.

Aprimore a experiência de checkout dos clientes

  • Foco nas transações em dólares australianos
    As opções multimoedas possam ser populares em outros mercados, mas aqui o foco é local. Anuncie preços em dólares australianos e aceite formas de pagamento locais.

  • Ofereça suporte ao cliente em tempo real
    Para os clientes de e-commerce, ofereça um atendimento de alto nível, principalmente chat ao vivo e opções de suporte em tempo real.

  • Comunique-se regularmente e proativamente
    Informe os clientes sobre novas opções de pagamento, atualizações de segurança e possíveis interrupções. Considere oferecer boletins informativos ou páginas de perguntas frequentes específicos para o mercado australiano.

O conteúdo deste artigo é apenas para fins gerais de informação e educação e não deve ser interpretado como aconselhamento jurídico ou tributário. A Stripe não garante a exatidão, integridade, adequação ou atualidade das informações contidas no artigo. Você deve procurar a ajuda de um advogado competente ou contador licenciado para atuar em sua jurisdição para aconselhamento sobre sua situação particular.

Vamos começar?

Crie uma conta e comece a aceitar pagamentos sem precisar de contratos nem dados bancários, ou fale conosco para criar um pacote personalizado para sua empresa.