Introdução à monetização de pagamentos para plataformas SaaS

Este guia cobre as melhores práticas para a monetização de pagamentos, as diferentes maneiras de experimentar políticas de preço e como a Stripe pode ajudar.

  1. Introduction
  2. Como monetizar pagamentos
  3. Considerações sobre preços
  4. Como monetizar outros serviços
  5. Como a Stripe pode ajudar?

Plataformas de software como serviço (SaaS), como Shopify, Xero e Jobber, criaram seus negócios resolvendo um ponto problemático do cliente (criação de uma loja online, gerenciamento das finanças ou agendamento de serviços domésticos) e cobrando uma tarifa mensal pelo acesso a esse serviço. Com o crescimento e, muitas vezes, por insistência dos investidores, essas plataformas começam a explorar como oferecer mais serviços monetizáveis. Atualmente, as plataformas diversificam seus fluxos de receita monetizando recursos de pagamento e criando linhas de negócios.

Os pagamentos costumam ser parte essencial do atendimento às principais necessidades empresariais. Com a integração de pagamentos à sua plataforma, você pode oferecer uma experiência de produto mais conveniente e eliminar os custos, atrasos e riscos do faturamento manual. Por exemplo, os clientes da DocuSign solicitaram o recurso de assinatura de contratos e pagamentos em uma só etapa. A DocuSign, em parceria com o Stripe Connect, lançou o DocuSign Payments para permitir que os clientes solicitem pagamentos no momento da assinatura. Desde o lançamento, o DocuSign Payments já processou mais de US$ 350 milhões, ajudando os clientes a receber pagamentos mais rápido e oferecendo uma experiência de cliente de alta qualidade.

Este guia descreve os conceitos básicos da monetização de pagamentos para plataformas, desde a forma de monetizar pagamentos pela primeira vez até a cobrança de outros recursos e serviços. Você aprenderá as melhores práticas da monetização de pagamentos, as diferentes formas de fazer testes com os preços e como a Stripe pode ajudar.

Como monetizar pagamentos

Geralmente, você tem duas opções para monetizar pagamentos: pode cobrar o cliente pelo pagamento ou recursos relacionados ou, dependendo do contrato com seu provedor de pagamentos, pode criar um contrato de participação nas receitas.

A Stripe permite que você tenha uma participação na receita dos pagamentos online ou personalize o preço para seus clientes. Saiba mais.

Se estiver tentando monetizar pagamentos pela primeira vez, uma boa opção é começar cobrando por pagamentos e por recursos relacionados. Essa opção oferece mais controle e flexibilidade sobre a estrutura de custos e permite que você experimente diferentes preços e pacotes.

Você não precisa se concentrar somente em uma opção de monetização. Pode inclusive ser mais vantajoso para sua empresa criar vários fluxos de receita. Por exemplo: se quiser acrescentar uma tarifa a cada transação, uma opção é criar uma tarifa mensal para recursos de pagamento mais avançados, para você não depender somente do volume de pagamentos.

Veja as cinco principais formas de cobrar os clientes pelos pagamentos e recursos relacionados:

1. Cobre uma tarifa para os clientes acessarem os pagamentos: faça pacotes de pagamentos e outros recursos premium para criar um plano de maior valor. A Squarespace, por exemplo, oferece quatro planos: Personal, Business, Commerce (Basic) e Commerce (Advanced). O plano Personal é o mais barato, mas não tem nenhum recurso para pagamentos. Os outros três são mais caros, mas permitem que os clientes processem pagamentos.

Plano básico

US$ 10/mês

Plano avançado

US$ 25/mês

Cobre pagamentos
Aceite doações
Venda cartões-presente
Ponto de venda
Venda assinaturas
Descontos avançados

2. Atribua uma margem a cada transação: uma das formas mais simples de monetizar pagamentos é cobrar uma tarifa de transação de cada pagamento processado em sua plataforma.

Similar à cobrança de uma tarifa dos clientes para que possam acessar os pagamentos, você também pode criar níveis diferentes de planos de pagamento que lidam com essa margem de forma diferente.
Por exemplo: se os clientes pagarem um plano mais caro, a tarifa por transação é mais baixa.

Plano básico

US$ 10/mês

Plano avançado

US$ 25/mês

Taxas de cartão de crédito online
2,9% + US$ 0,30 2,75% + US$ 0,30

3. Acrescente tarifas para recursos de pagamento avançados: seu foco deve ser diferenciar suas opções de pagamento, melhorando a experiência do usuário. Você também pode oferecer recursos premium como chargeback protection ou permitir que os clientes recebam pagamentos mais rapidamente, como o StyleSeat. O StyleSeat estimula profissionais do ramo de beleza a ampliar o negócio com ferramentas que ajudam a aumentar a exposição a novos clientes e a ganhar mais dinheiro. O cliente pode optar por depósitos instantâneos na conta bancária ou no cartão de débito, com uma tarifa fixa de US$ 0,50, evitando ter de esperar dois dias úteis.

4. Cobre uma tarifa se os clientes usarem outros gateways de pagamentos: muitas plataformas consolidam os pagamentos com um só provedor para reduzir os custos por transação e aumentam as tarifas se os clientes escolhem outro serviço de pagamentos. A Shopify cobra até 2% a mais, dependendo do plano, se os clientes processarem pagamentos com um provedor que não seja a Shopify Payments.

Shopify Payments
Análise de fraudes
Taxas de cartão de crédito online
2,9% + US$ 0,30 2,6% + US$ 0,30 2,4% + US$ 0,30
Taxas de cartão de crédito presencial
2,7% + US$ 0 2,5% + US$ 0 2,4% + US$ 0
Tarifas adicionais para todos os provedores de pagamento, exceto o Shopify Payments
2% 1% 0,5%

5. Cobre por relatórios avançados e personalizados: use os dados do seu provedor de pagamentos de forma criativa para que sua plataforma agregue mais valor aos clientes. Por exemplo, o Shopify oferece uma ferramenta de criação de relatórios personalizados aos clientes do plano mais completo.

Considerações sobre preços

Qualquer que seja a maneira escolhida para monetizar pagamentos, cobre o suficiente para beneficiar seus resultados finais sem perder a competitividade. Suas tarifas devem incluir o valor agregado aos clientes e os possíveis custos adicionais de transação incorridos por você. Os fatores a considerar incluem os modelos de preço da concorrência e as diferenças entre os recursos oferecidos por esses modelos.

Para entender melhor a resposta dos clientes a uma nova oferta de pagamentos, comece com uma série de pequenos testes em vez de oferecer os novos planos a todos os clientes. Por exemplo, envie um e-mail anunciando os novos recursos de pagamento e os detalhes dos preços a um pequeno grupo de clientes. Dessa forma, você pode acompanhar melhor os comentários e o sentimento dos clientes. Ou realize um teste A/B na página de preços e acompanhe as inscrições para ver o desempenho dos diferentes tipos de plano.

Você também pode considerar a personalização da estratégia de monetização de pagamentos de acordo com os segmentos dos clientes. Por exemplo:

  • Para clientes menores que ainda não começaram a vender online, você pode oferecer uma avaliação gratuita do pacote de e-commerce (por exemplo, não cobrando os três primeiros meses) para que eles comecem a usar.
  • Para clientes maiores e estratégicos, você pode oferecer descontos ou promoções para fechar mais negócios ou considerar a combinação de pagamentos com recursos de valor agregado, como proteção contra fraudes.
  • Para clientes com estabelecimentos físicos ou vendas presenciais, você pode promover sua solução de pagamentos online e offline oferecendo promoções nos dispositivos de pagamento (por exemplo, compre um dispositivo, ganhe o segundo grátis).

Como monetizar outros serviços

Depois de encontrar um modelo de preços ideal para os pagamentos, você pode experimentar com outras oportunidades de monetização. Quando avaliar a disponibilização de recursos ou serviços de pagamento adicionais, priorize os que agregam mais valor para os clientes. Por exemplo, se você sabe que seus clientes têm interesse em expansão global, ajude-os a aprimorar a experiência de checkout com formas de pagamento localizadas e conversão automática de moedas no checkout.

Esta é uma visão geral de três oportunidades de monetização:

Oportunidade de monetização
Descrição
Recursos disponíveis
Expansão internacional Apoie os clientes em sua expansão global
  • Formas de pagamento globais
  • Conversão automática de moedas
  • Apresente várias moedas no checkout
  • Processe moedas estrangeiras para os clientes
Serviços financeiros Ajude os clientes a otimizar operações financeiras
  • Gerenciamento de despesas
  • Cartões corporativos
  • Cartões de repasse
  • Repasses instantâneos
Novos modelos de negócio Permita que os clientes experimentem diferentes modelos de negócio
  • Pagamentos presenciais
  • Assinaturas
  • Invoicing

Como a Stripe pode ajudar?

Plataformas de todos os tamanhos, de novas startups a empresas de capital aberto como a Shopify, usam o Stripe Connect para aceitar dinheiro, fazer repasses a terceiros e monetizar pagamentos. Você pode lançar rapidamente um serviço de pagamentos, cobrar uma parte de cada transação e personalizar os preços dos pagamentos para os clientes. Também é possível monetizar diversos produtos, como faturamento, cobrança de assinaturas ou pagamentos presenciais, tudo isso em uma só integração unificada. A monetização desses serviços permite processar um maior volume total na sua plataforma, gerando mais receita e tornando seus produtos mais atrativos para os clientes.

O Stripe Connect permite monetizar e oferecer os seguintes recursos aos clientes:

  • Pagamentos online: permita que os clientes aceitem pagamentos em minutos. Eles podem criar uma experiência de checkout personalizada de acordo com suas necessidades empresariais, proteger os pagamentos contra fraudes e localizar a experiência de pagamento para aumentar conversões no exterior.
  • Pagamentos em pontos de venda: ajude os clientes a entrar no mundo físico oferecendo o seu próprio checkout presencial. Com o Stripe Terminal, eles podem gerenciar vendas online e offline em um só lugar com uma só integração, simplificando a emissão de relatórios e a reconciliação.
  • Assinaturas: os clientes podem experimentar novos modelos de negócio, oferecendo planos de assinatura e faturamento flexíveis com o Stripe Billing. Eles podem iterar os preços, testando assinaturas avulsas, recorrentes, baseadas em uso ou em níveis e oferecer promoções e períodos de avaliação. Também é possível reduzir a perda de clientes com uma lógica de novas tentativas inteligentes e ampliar facilmente sua presença global aceitando qualquer forma de pagamento compatível.
  • Faturas recorrentes e avulsas: ajude os clientes a receber pagamentos mais rápido com faturas integradas. Eles podem enviar faturas recorrentes para assinaturas ou faturas avulsas que aceitam cartões de crédito e débito. As faturas podem ser personalizadas com as marcas e permitem a aplicação de alíquotas com ou sem impostos dos diferentes locais.
  • Cartões de pagamento: crie, distribua e personalize cartões de crédito virtuais e físicos para os clientes com o Stripe Issuing. Você pode criar cartões com marca, definir controles de gastos dinâmicos e permitir que os clientes usem suas próprias contas bancárias para adicionar fundos aos cartões.
  • Relatórios e análises: de resumos prontos para uso a relatórios personalizáveis, o Stripe Sigma oferece uma variedade de opções de relatórios que você pode integrar à sua própria plataforma. Acesse dados usando a API Stripe e adicione-os diretamente a seus próprios recursos de relatórios ou encaminhe os clientes ao Stripe Dashboard para acessar dados específicos de pagamentos.

Esperamos que este guia tenha oferecido uma visão geral de alto nível de como criar fluxos de receita adicionais de pagamentos e outros serviços financeiros, e como a Stripe pode ajudar.

Para obter mais informações sobre o Stripe Connect para plataformas, leia a documentação ou fale com a equipe de vendas. Se quiser começar a aceitar pagamentos imediatamente, crie uma conta.

Vamos começar? Fale conosco ou crie uma conta.

Crie uma conta e comece a aceitar pagamentos sem precisar de contratos ou dados bancários. Ou entre em contato conosco para criar um pacote personalizado para a sua empresa.