Climate logo
Climate

Remova carbono à medida que sua empresa cresce

Com alguns cliques, o Stripe Climate pode contribuir uma fração das suas receitas para ajudar a criar escala para tecnologias emergentes de remoção de carbono. Junte-se a um grupo ambicioso de empresas que quer mudar as perspectivas da remoção de carbono.

Cadastre-se em um minuto

Contribua uma pequena porcentagem das suas receitas para financiar tecnologias pioneiras de remoção de carbono, com apenas alguns cliques no seu Dashboard.

Financie os pioneiros da remoção de carbono

Repassamos 100% da sua contribuição para iniciativas de remoção de carbono. Nossos consultores científicos ajudam a maximizar o impacto em longo prazo, e nós alocamos sua contribuição junto com a nossa.

É fácil divulgar

Comunique aos seus clientes o seu compromisso com o novo distintivo atualizado automaticamente no checkout, nos recibos e faturas hospedados pela Stripe. Nosso kit de materiais permite usar com facilidade o distintivo onde você quiser.

Agora disponível para empresas do mundo todo

Precisamos de um esforço coletivo global para expandir a remoção de carbono. O Stripe Climate está disponível para usuários da Stripe no mundo todo.

Pioneiros

Junte-se a empresas visionárias

Um grupo crescente de pioneiros está ajudando a mudar a trajetória da remoção de carbono.

Em defesa do financiamento das remoções de carbono

A remoção de carbono é fundamental para combater as mudanças climáticas

Para impedir os efeitos mais catastróficos da mudança climática, devemos procurar limitar o aumento médio da temperatura global a 1,5 °C acima dos níveis pré-industriais, o que corresponderia a uma redução global das cerca de 40 gigatoneladas de emissões de CO₂ ao ano em 2018 para zero emissão líquida em 2050.

Para conseguir isso, é provável que o mundo precise reduzir drasticamente as novas emissões e remover o carbono que já está na atmosfera.

Trajetória para limitar o aumento global de temperatura a ~1,5 °C
Limitar o aumento global de temperatura a:
Histórico de emissões Trajetória de ~2 °C Trajetória de ~1,5 °C Trajetória atual
Remoção de carbono necessária para limitar o aumento global de temperatura a ~1,5 °C.
Histórico de emissões do Global Carbon Project1. "Trajetória atual" mostra os roteiros de remoção do SSP4-6.02,3 adaptados do CICERO4. Para simplificar, este gráfico mostra apenas o CO₂, mas os cenários modelados consideram outras emissões de gás do efeito estufa. Todos eles precisam ser reduzidos.

Mas a remoção de carbono está obsoleta

As soluções de remoção de carbono atuais, como reflorestamento e sequestro de carbono do solo, são importantes, mas provavelmente não são suficientes para dar conta da dimensão do problema. É preciso desenvolver novas tecnologias de remoção de carbono, com potencial para atingir alto volume e baixo custo antes de 2050, mesmo que ainda não estejam maduras no momento.

Hoje, as soluções de remoção de carbono enfrentam o dilema do ovo e da galinha: por serem tecnologias novas, são muito caras e não atraem um alto número de clientes. Mas, se não forem adotadas por mais usuários, não alcançarão a escala de produção necessária para se tornarem mais baratas.

Os primeiros usuários podem mudar os rumos da remoção de carbono

Os primeiros compradores podem ajudar a diminuir o custo e aumentar o volume das novas tecnologias de remoção de carbono. As experiências com as curvas de aprendizado em manufatura já comprovaram repetidas vezes que a implementação e a escala proporcionam melhorias, um fenômeno testemunhado com sequenciamento de DNA, capacidade de discos rígidos e painéis solares.

Foi com esse raciocínio que definimos nosso compromisso inicial e nossas primeiras compras. Se uma grande coalizão de compradores com a mesma mentalidade se comprometer a investir, acreditamos que será possível mudar a trajetória do setor e aumentar a probabilidade de que o mundo disponha de um portfólio de soluções necessárias.
Representação estilizada de curvas de experiência do Santa Fe Institute5.

Como encontramos e financiamos

Nosso portfólio e revisores científicos

Trabalhamos com um grupo multidisciplinar de cientistas especializados que nos ajudam a encontrar e avaliar as tecnologias de remoção de carbono mais promissoras. Conheça nosso crescente portfólio de projetos para remoção de carbono nos estágios iniciais, leia os critérios que usamos na seleção e veja as aplicações do nosso projeto de código aberto.

Critérios desejados

Veja o que procuramos quando avaliamos projetos.

Aplicações do projeto

Veja as aplicações do nosso projeto de código aberto.

Trabalhe com a remoção de carbono

Trabalhe em uma das empresas do nosso portfólio.

Nosso portfólio

A Seachange usa a força e a dimensão dos oceanos para remover carbono. Seu processo eletroquímico experimental sequestra CO₂ na água do mar como carbonatos, um material inerte comparável a conchas marinhas, para garantir uma remoção de CO₂ permanente com baixo uso de energia.

CapturaArmazenamento

A Running Tide remove carbono cultivando algas no oceano. Após alcançar o crescimento máximo, as linhas de algas de flutuantes descem para o fundo do mar, onde o carbono incorporado é armazenado indefinidamente. A abordagem da Running Tide é simples, expansível e baseada em fotossíntese, correntes marinhas e gravidade.

CapturaArmazenamento

Em escalas de tempo geológicas, o CO₂ se liga quimicamente a minerais e se transforma permanentemente em rocha. A Heirloom está desenvolvendo uma solução de captura direta do ar que aprimora esse processo para absorver CO₂ do ar ambiente em dias, em vez de anos. Em seguida, o CO₂ é extraído para armazenamento permanente no subsolo.

CapturaArmazenamento

A Mission Zero usa um processo eletroquímico que remove CO₂ do ar e o concentra para uso em diversos roteiros de sequestro. Esse processo experimental, realizado à temperatura ambiente, pode ser alimentado com energia elétrica limpa e tem potencial para alcançar baixo custo e grande volume com equipamentos modulares prontos para uso.

CapturaArmazenamento

O processo da CarbonBuilt converte rapidamente CO₂ diluído em carbonato de cálcio, criando uma alternativa ao concreto tradicional que oferece baixo índice de carbono, sem concessões. Como uma solução lucrativa e expansível para armazenamento permanente de CO₂, a plataforma de tecnologia da CarbonBuilt pode ser um componente essencial de sistemas futuros de remoção de carbono que usam captura direta do ar.

Armazenamento

A Future Forest está realizando testes de campo para acelerar a desagregação de minerais moendo rochas de basalto, espalhando o pó resultante em solos florestais e medindo a absorção de CO₂. Esse teste inédito ajudará a avaliar o potencial de expansão e os possíveis impactos da desagregação acelerada no ecossistema.

CapturaArmazenamento

Nossos revisores de 2021

Holly Jean Buck, PhD

Universidade de Buffalo
Governança

Wil Burns, PhD

American University
Governança

Anna Dubowik

Plataforma de emissões negativas
Governança

Petrissa Eckle, PhD

ETH Zurich
Sistemas de energia

Erika Foster, PhD

Universidade Purdue
Ecologia de ecossistemas

Katherine Vaz Gomes

Universidade da Pensilvânia
Mineralização

Steve Hamburg, PhD

Environmental Defense Fund
Ecologia de ecossistemas

Susana Garcia Lopez, PhD

Universidade Heriot-Watt
Captura direta do ar

Zach Quinlan

Scripps Institution of Oceanography
Oceanos

Vikram Rao, PhD

Research Triangle Energy Consortium
Mineralização

Phil Renforth, PhD

Universidade Heriot-Watt
Mineralização

Dr. Olufemi Taiwo

Universidade de Georgetown
Governança

Shannon Valley, PhD

Woods Hole Oceanographic Institution
Oceanos

Dr. Mijndert van der Spek

Universidade Heriot-Watt
Captura direta do ar

Perguntas frequentes

Veja as respostas a perguntas frequentes sobre o Stripe Climate.