Como levar sua empresa para o mundo online

Um guia para começar a vender online os produtos da sua empresa

Introdução

A sua empresa é mais importante do que nunca em tempos difíceis. Ela é um farol de estabilidade em sua comunidade, uma fonte de apoio para seus funcionários e produz algo de que seus clientes ainda precisam. Se a sua empresa atende aos clientes presencialmente, ela pode estar sujeita a transtornos devido à diminuição no tráfego de consumidores e à incapacidade de prestar serviços por conta das medidas sanitárias ou das restrições oficiais impostas à atividade. Queremos ajudar a sua empresa a se manter operante mesmo que seu estabelecimento físico não possa abrir.

A Stripe desenvolve infraestrutura financeira para a internet. Temos experiência em trabalhar com várias empresas na migração do offline para o online e apoiamos diversas plataformas que ajudam negócios como o seu a operar online.

Somos otimistas, mas não podemos prever quanto tempo levará para a humanidade subjugar a COVID-19 ou quanto tempo os transtornos durarão na sua região. Você deve considerar abrir fluxos de receita online se for possível; eles o ajudarão nas circunstâncias atuais e também poderão proporcionar oportunidades interessantes de crescimento no futuro.

Entendendo o ambiente operacional

Ninguém tem bola de cristal para saber o que vai acontecer com relação à COVID-19, mas é possível analisar quais cenários são mais ou menos plausíveis.

Aparentemente, a maioria das cidades em todo o mundo já tomou ou tomará medidas drásticas de distanciamento social, resultando em cessação parcial ou completa da atividade comercial local, em algum momento nos próximos meses. Isso inclui onde você vive e faz negócios, caso tenha evitado isso até agora. No início da pandemia da COVID-19, vários países buscaram implementar estratégias agressivas de mitigação que evitaram a necessidade de isolamentos. Infelizmente, a experiência mais recente desses países sugere que isso não seja algo sustentável. Aconselhamos você a considerar que será impossível, provavelmente muito em breve, continuar operando dentro da normalidade.

As medidas de distanciamento social não serão encerradas tão cedo e provavelmente serão instituídas várias vezes. Especialistas sugerem que, para exterminar o vírus, será preciso implementar isolamentos várias vezes ao longo do curso da doença, que é de aproximadamente duas semanas. A experiência de pandemias anteriores, como ocorreu na época da gripe espanhola e agora com os primeiros países afetados pela COVID-19, sugere que poderemos observar diversos picos nas infecções. Isso possivelmente resultará em jurisdições relaxando as restrições locais, com picos de disseminação da infecção após um hiato e restabelecimento de restrições.

No planejamento da sua resposta à COVID-19, você não deve se preparar apenas para uma ameaça imediada e crítica aos negócios. Também é fundamental se planejar para ondas de condições similares intercaladas com breves retornos a operações relativamente normais. Isso ocorrerá durante uma atmosfera de apreensão geral e confusão na resposta pública.

Em outras palavras, você deve optar por contramedidas que sejam de rápida adoção, flexíveis e que atenderão aos seus negócios independentemente da impossibilidade operacional do seu estabelecimento físico. Felizmente, a expansão online engloba tudo isso de uma só vez e continuará a ser útil mesmo depois que chegarmos ao final da crise.

Sua primeira loja online

Começar uma loja online do zero é um grande projeto. Mesmo na melhor das épocas, possivelmente aconselharíamos a maioria das empresas a não iniciar essa empreitada. Felizmente, empresas de tecnologia têm criado opções muito boas ao longo dos últimos anos. As plataformas de e-commerce não são caras, são fáceis de colocar em operação, não precisam de esforços de engenharia por sua parte e proporcionam aos clientes experiências de alta qualidade similares às dos maiores varejistas online. De longe, elas são a maneira mais rápida e confiável de estabelecer uma presença online capaz de realizar transações com o maior número de clientes.

Temos parcerias com milhares de plataformas e marketplaces que ajudam as empresas a migrar para a atuação online com rapidez e sem precisar de programação. Aqui estão algumas das nossas mais populares plataformas de parceiros. Essas soluções podem ajudar você a abrir fluxos alternativos de receitas e conquistar clientes online para ajudar a atenuar o impacto da COVID-19 nos seus negócios. Também é possível pesquisar uma solução específica que atenda às suas necessidades no nosso diretório de parceiros.

Várias dessas ferramentas são concebidas especificamente para casos de uso como:

  • E-commerce
  • Plataformas de doação
  • Plataformas sem fins lucrativos
  • Plataformas voltadas para a fé
  • Restaurantes e opções de entrega de comida
  • Plataformas de gestão de propriedades
  • Plataformas de serviço de campo

Se a ideia de colocar todo o seu estoque ou menu online parecer sufocante, concentre-se nos seus produtos ou serviços de maior venda e comece gradualmente por eles. Começar aos poucos ajudará você a entrar no mercado com mais rapidez, obter experiência com a mecânica das operações online e se ajustar aos desafios logísticos gradualmente.

Vender online é muito diferente de vender offline, pois os clientes normalmente têm opções limitadas em comparação ao contato direto com o produto ou a falar com os funcionários antes de tomar uma decisão de compra. Você descobrirá que escrever textos, tirar fotos e criar vídeos logo se tornam competências essenciais. Por sorte, isso é fácil de experimentar e talvez você já tenha todo o equipamento necessário para dar os primeiros passos (smartphones são plenamente capazes de produzir fotos e vídeos de qualidade comercial!).

Atrair e reter clientes

Para ajudar a maximizar o tráfego para o seu site, uma boa opção pode ser a utilização das seguintes ferramentas:

Use a fachada da sua loja física: seus clientes fiéis provavelmente representam um grande percentual da sua receita existente. Mesmo que não seja possível atendê-los presencialmente em sua loja física, ela provavelmente é, neste momento, sua principal âncora nas mentes deles. Coloque uma placa externa (especialmente se sua loja estiver fechada) e/ou sinalização interna (se ainda estiver em funcionamento, mas se preparando para a incerteza do futuro) informando aos clientes onde encontrar você online. Dependendo da região da sua clientela, o mais natural pode ser direcionar os clientes para um site, um código QR ou um termo de busca em uma plataforma popular.

Entre em contato com seus clientes: se tiver os endereços de e-mail dos clientes, considere entrar em contato para explicar o status atual das suas operações físicas e direcioná-los para sua presença online. Seus clientes podem desejar escutá-lo agora mais do que nunca. Tem sido amplamente divulgado que empresas locais estão sofrendo e alguns clientes desejam saber como podem ajudar. Peça a preferência contínua deles, considere pedir a ajuda deles com a divulgação do seu negócio em mídias sociais, indicação a amigos etc. Temos um guia sobre marketing eficaz por e-mail para sites de e-commerce.

Use as redes sociais (cada vez mais): várias empresas têm contas ativas nas redes sociais. Se você também tiver, ótimo: este é um excelente momento para utilizá-las. Caso contrário, a criação de uma conta simples (considere perguntar a funcionários ou familiares em qual serviço eles esperam encontrar você) normalmente é grátis e simples. Você pode publicar novidades sobre suas operações e marcar presença junto ao segmento de clientes que usa as redes sociais e gosta do seu serviço. Além de usar as redes sociais, é uma ótima ideia incentivar os clientes a publicarem sobre você. Deixe seus produtos apresentáveis para fotografias ou escreva um cartão de agradecimento e peça para seu cliente fazer uma publicação sobre você para ajudar a promover sua marca.

Use plataformas de mensagens como Whatsapp: você pode ter números do Whatsapp, números de telefone etc de seus clientes como parte das operações padrão do seu negócio. É importante respeitar o tempo dos clientes, caso não estejam realizando transações com você agora, mas considere avisar onde eles podem encontrá-lo em meio ao cenário atual. Em todo caso, é recomendável manter esse tipo de contato a um nível mínimo, para evitar que suas mensagens sejam interpretadas como spam pelos clientes.

Algumas empresas têm conseguido bons resultados usando o Whatsapp e serviços de mensagens similares como vitrine virtual para recebimento de pedidos por mensagens, envio de faturas aos clientes com opções de pagamento integradas e definição de procedimentos para entrega dos produtos.

Como receber pagamentos de seus clientes

Se você usa uma plataforma como as que recomendamos, os pagamentos normalmente são incluídos “imediatamente”. A Stripe potencializa as experiências de pagamento de diversas plataformas, tanto ao ajudar os clientes a realizarem pagamentos quanto ao transferir o dinheiro para a conta bancária da sua empresa.

Se a sua empresa não tiver uma estrutura que permita o cálculo de contas por uma plataforma, considere um sistema de faturamento online. A Stripe permite criar faturas facilmente que podem ser pagas por seus clientes online. Também é possível usar um dos nossos parceiros de faturamento.

Com isso, você poderá enviar uma fatura aos clientes por e-mail ou app de mensagens, processar pagamentos feitos nos dispositivos dos clientes (por cartão de crédito, transferência bancária autorizada etc.) e receber notificações de pagamento para iniciar a execução do pedido ou dos serviços.

Levar os produtos aos seus clientes

O envio de produtos é um tema bastante profundo e, no final das contas, é essencial para a satisfação do cliente na experiência do varejo. Vários dos nossos clientes de e-commerce usam empresas especializadas em remessas e logística de e-commerce para ajudá-los a gerenciar esse processo. Você também pode começar aos poucos, ao embalar os pedidos na própria empresa e enviá-los, um por vez, por correio ou transportadora se houver disponibilidade nas circunstâncias atuais.

Alguns dos nossos usuários trabalham com estas empresas de referência:

  • Lalamove (Singapura, Malásia)
  • Gogovan (Singapura)
  • Ninjavan (Singapura, Malásia, Indonésia)
  • Grab (Singapura, Malásia, Indonésia)
  • Gojek (Indonésia)
  • Shipper (Indonésia)
  • Sendle (Austrália)
  • Delhivery (Índia)
  • Dunzo (Índia)
  • Swiggy (Índia)

Recursos adicionais

A Stripe trabalha com várias empresas inspiradoras que atendem a empreendedores como você. Aqui estão mais alguns recursos que você pode considerar útil:

Seria um prazer ajudar

Ninguém consegue fazer tudo sozinho.

A Stripe está aqui para ajudar sua empresa a alcançar o espaço online.

Se estiver interessado em compartilhar seus conhecimentos para ajudar uma pequena empresa a atuar online, preencha este formulário. Vamos fazer o possível para apresentar você a alguém que precise de ajuda.

Se você for uma autoridade com feedback específico sobre o que empresas como a nossa podem fazer para apoiar as comunidades, ficaremos gratos se puder enviar um e-mail para policy@stripe.com.

Voltar para os guias
You’re viewing our website for Austria, but it looks like you’re in the United States.