Italic: redefinindo o setor de produtos de luxo

A Italic é um marketplace de luxo que oferece produtos premium por preços reduzidos, aplicando o modelo “direto da fábrica”. Fundada em 2018 em Los Angeles, a Italic criou tecnologias para modernizar a cadeia de fornecimento e conectar consumidores e fabricantes de produtos de luxo em uma relação que favorece os dois lados.

Conversamos com o fundador e CEO da Italic, Jeremy Cai, sobre a evolução do papel do e-commerce para fabricantes, marcas de varejo e consumidores no mundo todo.

Produtos usados

    Payments
    Issuing
    Billing
América do Norte
Growth

Qual foi sua inspiração para começar a Italic?

Minha família está no setor de manufatura há décadas, então conhecemos as dificuldades por experiência própria. Minha ideia era ajudar os fabricantes com tecnologia. Um dos aspectos mais complicados é o das margens, porque marcas e varejistas tentam abocanhar margens que já são estreitas. A Italic ajuda fabricantes a aumentar suas margens, otimizando uma cadeia de fornecimento global que elimina marcas e varejistas, removendo o markup e consequente aumento de custo. Resolvemos nos concentrar nessa área depois de visitar e conhecer diversos fabricantes de várias categorias e entender como a Italic poderia proporcionar o máximo de benefícios.

Qual a conquista da Italic da qual você mais se orgulha?

Nossa equipe tem profundo apreço pelos clientes e fabricantes. Hoje, atendemos cerca de 100 fabricantes do mundo todo: Estados Unidos, Europa, países asiáticos como Japão, Coreia do Sul e China. Com isso, estamos gerando mais negócios e volume para clientes que normalmente não recebem tanto. Também atendemos milhares de clientes nos EUA. Os consumidores consumam se surpreender com a qualidade dos produtos que podem comprar com um preço melhor do que o de marcas conhecidas.

Qual é o foco atual de sua equipe?

Estamos refinando a seleção de produtos e continuando a posicionar a Italic como marca de luxo sem etiquetas. Entregamos produtos que satisfazem os clientes e nos esforçamos para melhorar e otimizar nossa carteira conforme as necessidades deles. É importante oferecer produtos que façam os clientes voltarem para comprar mais. O luxo sem etiquetas é a base de nosso valor, proposta de marca, qualidade de produtos e experiência de compra do cliente.

Como a Italic seleciona produtos para vender?

Tentamos nos concentrar em itens que as pessoas costumam comprar online. Vendemos versões sem marca de produtos de luxo de alta qualidade, como vestuário, roupas de frio, joias e até produtos de beleza. O cashmere, por exemplo: um suéter preto de cashmere de gola alta não é um item com muita variação, a não ser que você coloque um logotipo gigante. Então, tentamos oferecer materiais de qualidade e modelos clássicos e atemporais, em vez de reinventar a roda todo ano.

Também procuramos oferecer itens que gerem margem suficiente para que o cliente sinta que está economizando. A Italic vende por US$ 300 um brinco de diamantes que geralmente custa US$ 1.000, por exemplo. É claro que ainda é um produto de valor elevado, mas a economia é perceptível.

Como sua equipe continua a inovar pelo lado da cadeia de fornecimento?

A cadeia de fornecimento é gerenciada com um misto de arte e ciência. Tomamos decisões informadas e temos veteranos do setor, com muita experiência em todas as categorias que atendemos. Operamos com cerca de mil SKUs, cada um com diversas possibilidades de variação.

Também temos uma tecnologia exclusiva de backend que permite especificamente melhorar nossas previsões a partir do desempenho da Italic e de certos produtos em diferentes categorias. Em nosso modelo financeiro exclusivo, não compramos de fabricantes, fazemos parcerias com eles. Eles são os proprietários do inventário, que vendemos em seu nome.

Fale mais dessa “tecnologia exclusiva de backend” da Italic para cadeias de fornecimento.

A Italic opera tanto como marca quando como marketplace internamente, de forma que temos requisitos um pouco diferentes das marcas online convencionais. Como nossa equipe é pequena, precisamos de uma tecnologia que facilite, com o máximo de eficiência, os fluxos de trabalho de rastreio de inventário, gestão e coordenação de escalas de produção e repasses. Por isso, investimos na criação e manutenção de uma plataforma própria de e-commerce para integrar melhor nossa base global de fornecedores e automatizar mais processos internos antes de escalar.

O que mais afeta os varejistas tradicionais no ambiente atual?

O aumento do custo dos materiais está cada vez mais complicado. Durante a pandemia, todo mundo queria pedir tudo online. Com isso, o custo dos materiais subiu consideravelmente, às vezes mais de 40 ou 50% em relação ao ano anterior. A produção também foi atingida. Ao contrário de um espaço em servidores na nuvem, um sistema de produção para o varejo não pode ser expandido com facilidade. Os custos do varejo, dos contêineres aos anúncios online, deixam o setor em posição delicada.

Atualmente, a inflação provavelmente vai abrandar a demanda do consumidor. Isso deve afetar a todos, de empresas grandes como a Target a plataformas como nós. A maioria das empresas superestimou as compras em 2022, na tentativa de compensar o aumento de demanda da pandemia. Agora, fabricantes e marcas estão se afogando em excesso de inventário. É uma situação complicada que vai dar muito trabalho para se resolver.

Como é a colaboração da Italic com a Stripe, e qual é a maior vantagem da parceria?

A Stripe é nossa única provedora de pagamentos de ponta a ponta, tanto para assinaturas quanto para produtos. Nosso modelo de checkout e assinatura, o Bold, está todo na Stripe. A parceria acelerou muito nosso checkout. Nos negócios, a taxa de conversão melhorou e o valor médio dos pedidos aumentou 37%.

O que mais a Italic pretende alcançar em termos de design de experiência do cliente? Como a Stripe vai participar disso?

Nosso objetivo é criar uma experiência semelhante à que o cliente espera com grandes marcas e varejistas de luxo. Queremos oferecer a experiência mais agradável e eficiente que o cliente possa esperar, do momento em que descobre a Italic até quando recebe os produtos em casa. Estamos sempre testando e avaliando melhorias em toda a experiência do cliente, e a Stripe é muito importante para isso. Por exemplo: já usamos a Stripe para unificar o processo de checkout e deixá-lo mais intuitivo para os clientes. Também estamos usando a Stripe para gerenciar os pagamentos do Bold, nosso serviço de assinaturas lançado este ano.

Para você, quais são os valores mais bem alinhados entre a Italic e a Stripe?

Existem várias restrições nas plataformas de e-commerce atuais e, como empresa, é preciso desenvolver de uma certa maneira. Uma plataforma personalizada e funcional é fundamental para a experiência do cliente, e sua construção exige habilidade e determinação. Ainda queremos fazer muitas coisas em termos de design de experiência, como desenvolver um programa exclusivo e inédito de associação. A Stripe já nos permitiu incorporar isso perfeitamente à plataforma.

Temos a ambição de expandir a Italic. Temos certeza de que isso será possível com a Stripe, que vai ajudar a atender os clientes atuais e muitos novos que virão. A comunicação entre nossas equipes sempre foi de apoio e parceria. Esse nível de cuidado e compromisso é o que tentamos oferecer também aos clientes.

Transparência total

Preços integrados por transação, sem tarifas ocultas

Comece a sua integração

Comece a usar o Stripe em 10 minutos